sexta-feira, 28 de abril de 2017

Sétima

Despedida
Lágrimas
Voz calada
Dor sentida
Passos...
Fecho os olhos
Penso se vais voltar
Esperanças...
Silencio...
O fim.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Sexta...

Aquela menina
era felicidade...
Era espera
Era saudade
Era lembranças
Era sorrisos
Era tristeza
Era espera
Era cansaço
Era um anjo,,.
Tudo eu faria pra vê-la...
Novamente sorrir...

Quinta

O silêncio...
Uma lágrima...
Eu abraço a mim mesma.
O abraço...
Alivia o cansaço...

Quarta

Amor que invade do avesso
Me acho num abraço.
Tropeço...
Eu vejo beleza nos passos
Apesar dos espinhos e pedras
Que há pelo caminho
Recolho os carinhos
Deixados no chão.


Terceira...

Suave sorriso
cabelos  ao céu
Passageira silenciosa
A andar
Ou voar?
Tu és anjo
Magia...
Infinita beleza
Alteza
O céu é o teu lugar.

Segunda...

A tristeza sentida...
A dificil partida...
As palavras mal ditas
O amor ..
Desfalece...
A cabeça perdida
O corpo é visto
Seu sorriso não...
Os seus sonhos
Seu amor doador
Partiu de repente
Deixou muita gente
Não foi sua pretensão
O conforto nas lágrimas
O sangue ...
Que escorre ao chão.

Primeira

Um doce...
Pulos, gargalhadas compartilhadas...
Inesperado aplausos!
Inesperado conflito.
Desfeito os sorrisos
Caídos ao chão.
O doce redondo
Vermelho
O doce é amargo
é duro...
Não tem o sabor esperado.
Desfaço-me em pedaços...
Lembranças desfeita
Do sabor sonhado.

Música ao longe...

Olhando o infintito...
As vezes o silencio vem e me abraça
Uma lágrima ...
E assim alivia meu cansaço...
Amarga tristeza em minha mente
Ouço passos ao longe...
Um ser presente...ausente...
Uma dor funda que me esmaga o peito
Tirando-me o ar
Fujo para guardar boas lembranças...
Música ao longe...
Já não sou fortaleza
Mas de degrau em degrau
Eu escalo o caminho
Eu persisto
Eu vou existindo
Mesmo sozinha
Me desfaço
Me refaço
eu sigo...