segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Mais um dia...

Mais uma noite...e o sono não vem...
Me pesa o pensar...
Não me deixa descansar.
Em um mundo tão imenso
Imensa é a minha solidão.
Não ter alguém para conversar...
Ninguém para entender o meu sofrer...
Os meus medos...
Meus sonhos...
Meus desejos...
Ando cansada...
Ontem foi dia dos pais
Todo dia é dia de pai, de mãe...
Devia ter dia de filho...
Meu Pai, eu te desejo vida!!
Longa vida!
Hoje, não escrevo com intenção de poesia...
Minha cabeça está cheia, mas parece mais vazia
O peito aperta
A garganta trava
A dor é imensa...
Uma tristeza que vem não sei de onde...
Um preciso viver...
Um cansaço do sofrer.
Seja lá o que for...
Seja lá o que for essa dor...
Se hoje for o fim...
Eu só digo que amei, amei
E amei...
De verdade.
Um dia eu sonhei em ser poeta...
Mas sou só...uma sonhadora.
Que ri e que chora...
Só...

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Sempre que olho o céu
Fico a imaginar seu jeito...
Esqueço do mundo
Permaneço imersa em meus pensamentos
Sentimentos...perdido entre lembranças
Esperanças
Perdidas lembrança

Palavras ...
Esperanças..
E sonhos.